Categoria: Beleza

Banho de Lua (Clareamento de Pelos)

Banho de Lua (Clareamento de Pelos)

BANHO DOURADO ECOLÓGICO (SEM PARAFINA)

HIGIENIZAÇÃO
1. Assepsia das mãos do profissional com Higisystem Buona Vita.

TRATAMENTO
2. Proteger toda a região a ser descolorida com uma camada generosa de Óleo Flan Buona Vita, enredo à sua escolha. Realizar a aplicação membro a membro pra que a pele não absorva muito rápido.
3. Preparar o blend com o Pó Descolorante Buona Vita + Emulsão Reveladora Buona Vita, na proporção 2 por 1 (Ex: 50g de pó para 100ml de emulsão) até formar uma mistura homogênea.
4. Espalhar a mistura por área, para fazer a descoloração, iniciando pelas áreas onde o pelo for mais espesso, depois da aplicação do Óleo Flan Buona Vita. Ocluir com filme osmótico (PVC), para evitar o odor forte e acelerar o processo. Aguardar o tempo de clareamento, entre 05 e 20 minutos, conforme a coloração do pelo que a cliente desejar.
5. Retirar o filme osmótico (PVC) e com auxílio de uma espátula tipo cigana, retirar todo o excesso do blend de descoloração.
6. Esfoliar com uma mistura de 1 colher (sopa) de Sabonete Líquido da linha Spa Buona Vita + 1 colher (sopa) de Sais Aromáticos Linha Spa Buona Vita, enredo à sua escolha. Essa medida é ideal para esfoliar cada membro, portanto, fazer o preparo conforme for realizando a aplicação.
7. Retirar com ducha ou com Luvas Atoalhadas Buona Vita, umedecidas em água morna.

FINALIZAÇÃO
8. Aplicar uma camada de Óleo Flan Buona Vita até absorção total. Caso a pele esteja muito desidratada, pode-se envolver a cliente na manta aluminizada, Mayler, ou manta termoelétrica, por aproximadamente 20 minutos, potencializando os resultados da hidratação. Ou, caso não seja necessário potencializar o processo, pode-se realizar uma massagem relaxante com a aplicação do Óleo Flan Buona Vita.
9. Aplicar a Loção Iluminadora Buona Vita para complementar o protocolo, dando um toque de brilho e suavidade à pele.

Obs.: Sempre realizar o teste de sensibilidade no antebraço antes de aplicar o blend de descoloração.
10. Manutenção diária do cliente: Óleo Flan Buona Vita e/ou Loção Iluminadora Buona Vita.

Leia também: Banho de Lua

Faz sentido óleo essencial ter grau terapêutico?

Faz sentido óleo essencial ter grau terapêutico?

Em 2015, na primeira edição do Conaroma, falei sobre Adulteração de Óleos Essenciais. Com base numa palestra dada por Robert Pappas, químico e fundador da Essential Oil University, expliquei por quase 2 horas os diferentes métodos de adulteração de óleos essenciais e também as formas de se detectarem estas adulterações, desde testes organolépticos, até coisa mais sofisticada como Carbono 14.

SOLICITE ACESSO GRATUITO À GRAVAÇÃO DA PALESTRA ADULTERAÇÃO DE ÓLEOS ESSENCIAIS.

Leia também: Óleo de baobá funciona

No ano passado, novamente pelo Conaroma, falei a respeito dos Mitos e Verdades da Aromaterapia e a questão de óleos essenciais adulterados voltou à baila, mas sob nova perspectiva: se é que faz sentido a nomenclatura “óleos essenciais com grau terapêutico” usada pela empresa doTerra como uma de suas marcas registradas.

Esta empresa, uma empresa gigante por sinal – e que eu admiro por seu trabalho junto às comunidades locais que produzem e destilam os óleos de plantas comercializados por ela -, insiste que seus OEs são terapêuticos e, por isso, melhores que os OEs vendidos por outras empresas.

Na brochura do site, eles ainda apontam o próprio Robert Pappas como o responsável por atestar a qualidade de seus OEs, já que vêm do laboratório dele as análises que atestam o grau de pureza. Certamente Pappas é um dos caras mais respeitados no mundo e sua biblioteca de OEs é talvez uma das maiores. Mas atestar o grau de pureza de um OE não é o mesmo que atestar o grau do que eu estou chamando de “terapeuticidade”: o quanto um OE é capaz de cuidar da saúde em comparação a outro destilado da mesma planta.

Ontem gravei um vídeo para explicar o que vem a ser grau terapêutico – mas já adianto que minha opinião é que “grau terapêutico” é uma banalidade: ou todos os OEs têm – mesmo quando adulterados isso não impediria a priori que fossem terapêuticos, ainda que provocassem (mais) efeitos colaterais como, de resto, qualquer medicamente sintético – , ou só faria sentido falar em níveis de terapeuticidade que, de tão variados que seriam, nos levariam de volta à inutilidade de se estabelecê-los. (Discorro sobre isso em profundidade na palestra Mitos e Verdades, que colocarei no ar em setembro deste ano. Até lá, você poderá ler uma nota do próprio Pappas sobre “a verdade do grau terapêutico”; ou seja, o próprio cara que é citado como aval da “terapeuticidade” dos OEs por parte da doTerra diz que isso é uma coisa inútil.)

O assunto rende muito pano pra manga e não é possível esgotá-lo numa única postagem, num único vídeo, ainda mais considerando que já palestrei por mais de 2 horas sobre os tópicos pertinentes a este assunto. Mas gravarei um segundo vídeo para esclarecer o que vem a ser “terapeuticidade”, outro conceito muito mal compreendido pelos praticantes de aromaterapia.

Até lá, assista ao vídeo, compartilhe-o, marque seus colegas nele e vamos elevar o nível de compreensão sobre aromaterapia no Brasil, mostrando que somos um mercado de consumidores informados e maduros.

ESTOJO DE LIMPEZA FACIAL EUDORA: VALE A PENA?

ESTOJO DE LIMPEZA FACIAL EUDORA: VALE A PENA?

Faz algumas semanas que recebi junto com demais novidades da Eudora esse estojo de limpeza facial. Curiosa que sou, comecei logo a testar e hoje conto o que achei dele para vocês!

Leia também: limpeza de pele caseira

A novidade é composta por 3 itens: esponja, escova e necessaire. De acordo com a marca, a esponja serve para massagear e estimular a pele do rosto, impulsionando a produção de colágeno. Eles afirmam que é ideal para usar no banho graças ao design com ventosa que ajuda a grudar no vidro do box.

Já a escova, na promessa da Eudora, é capaz de limpar profundamente a pele sem deixar resquício algum, permitindo que o rosto fique 3 vezes mais limpo! Tudo muito bom, tudo muito bem, mas…

VALE A PENA INVESTIR NO KIT?
Antes de dar meu veredito, vou comentar sobre minhas impressões sobre cada um dos dois produtos.

estojo de limpeza facial

Imaginei que a escova, com suas cerdas de nylon aparentemente macias, fosse agir como as elétricas que vemos no mercado (só que com movimento mecânico, claro). Minha pele nunca reclamou de produtos do tipo, como aquela versão da Clinique, por exemplo!

Mas que nada. Mesmo sem pesar nadinha da mão, notei logo de cara que o produto gera muita abrasão na pele. Tenho o rosto oleoso na zona T e por isso pensei que fosse uma boa alternativa de limpeza. No entanto, mesmo ali, a pele ficou arranhada.

estojo de limpeza facial

Acho que isso tem a ver com o fato de as cerdas serem mais separadas e em menor quantidade. Não fica fofinho, sabem? Nas vezes em que tentei, minha pele ficou sensível e ressecada. Talvez pra limpar alguma área CASCA GROSSA funcione, mas no meu rosto nem pensar!

estojo de limpeza facial

Aí corta pra esponjinha, toda feita em silicone. Dessa eu gostei! A sensação é de que a pele fica macia e limpinha, sem agressão. Com a área menor do produto, que tem bolinhas em relevo baixo, consigo limpar bem a região do nariz. Dá até uma esfoliada!

estojo de limpeza facial

Usando movimentos circulares, a área maior da esponjinha, com cerdas mais altas, é ideal para o rosto todo – mesmo minha região mais sensível, que são as bochechas! No geral, curti o produto pela praticidade – ele forma uma espuma boa e gruda no box do banheiro, como prometido.

PORÉM…
Por que pagar R$ 39,99 pelo estojo de limpeza facial se a necessaire é dispensável, a escovinha é muito abrasiva e a esponja de silicone é vendida por outras marcas separadamente?

Sim, minha gente! Nossas seguidoras maravilhosas contaram que a quem disse, berenice? que inclusive é do mesmo grupo da Eudora, vende o mesmo produto a R$ 23,90. A diferença é que, na QDB?, ele é anunciado como um limpador de pincéis!

Aparentemente, o que limpa o rosto limpa os pincéis também. Até porque Macrilan e Marco Boni possuem os mesmíssimos produtos em seu portfólio – e ambos por menos de 10 reais.

Então, sinceramente, não vejo razão pra comprar o kit não! Melhor investir na esponjinha individual mesmo, que é bem parecida em todo lug

Pele bonita? Aprenda a fazer um peeling caseiro com mamão

Pele bonita? Aprenda a fazer um peeling caseiro com mamão

Aprenda a fazer um peeling natural na pele com mamão papaia.

Leia também: Peeling Caseiro como fazer

O mamão, além de ser fonte de vitamina C, também faz bem ao sistema digestivo. Porém, as propriedades da fruta não param por aí. A Papaína, encontrada no mamão papaia, é uma enzima poderosa para combater os radicais livres e promover uma ação de peeling enzimático no rosto.

Quem não quer arriscar fazer um peeling químico, que é extremamente abrasivo e pode causar inúmeras irritações na pele, pode optar por algo mais natural como o peeling físico, que se utiliza das propriedades da papaína.

A ação da papaia no rosto vai até a epiderme, mas não atinge nenhum tecido vascularizado. E ao contrário dos tratamentos químicos, ele não precisa de um neutralizador para parar de agir, ele por si só encerra a reação na pele.

“Na hora de utilizar a fruta para fazer o peeling é necessário deixar as sementes, pois enquanto o mamão destrói as células mortas e solta a pele velha, os grânulos da semente ajudam a afinar a cútis”, afirma a cosmetóloga do Spa da Pele, Lucienne Souza.

Ver também

ModaTendências
É tendência: saia com botões frontais
Como fazer:

Bata um mamão papaia, junto com as sementes, no liquidificador. Após formar uma pasta consistente é só aplicar a máscara no rosto e deixar agir por cinco minutos. Na sequência, faça movimentos circulares por meio minuto. Após o procedimento basta lavar o rosto com água fria.

É importante lembrar que após a realização do peeling a pele não pode ser exposta ao sol por pelo menos 24 horas.

Bichectomia

Bichectomia

Objetivo:

O Cirurgião-Dentista deverá inter-relacionar a necessidade de tratamento de bichectomia; valendo-se para tal de uma análise criteriosa dos diversos casos clínicos com o objetivo de indicar o melhor o tratamento. Isto é, aplicar o conteúdo teórico à pratica clínica.

Atitudes:

O Cirurgião-Dentista deverá conscientizar-se da importância da seleção de casos, haja vista que os profissionais reabilitam seus pacientes com restaurações e próteses, que são verdadeiras joias, mas observam que ainda há alguma assimetria facial, que não deixa o sorriso harmônico.

Com certeza, o Cirurgião-Dentista é o profissional indicado a tornar esse sorriso harmonioso, logo, é apropriado que utilize essa substância como coadjuvante para alcançar a excelência na Odontologia. Para mais, deverá desenvolver consciência autocrítica com o intuito de buscar sempre o aprimoramento.

Além disso, o cirurgião dentista, poderá compartilhar com o professor e seus colegas de curso as suas dúvidas para que o seu paciente tenha sempre o melhor tratamento, com um canal aberto com todos os seus ex-alunos, através das redes sociais e Grupo Fechado no Whatsapp, onde os professores darão total consultoria.

Leia também: Bichectomia funciona

Indicações:

* Assimetria facial;

* Harmonia do sorriso;

* Aumento do corredor bucal;

* Morsicatio buccarum.

Programação do Curso

* Legislação (área de atuação do Cirurgião-Dentista conforme portaria do CFO);

* Anatomia da face;

* Os sinais do envelhecimento facial;

* Anestesia loco-regional;

* Indicações;

* Diagnóstico e planejamento (Protocolo Fotográfico e Videográfico);

* Estudo e planejamento de casos clínicos;

* Realizar prática clínica em pacientes com o propósito de excelência na execução da técnica;

* Acompanhamento clínico do paciente;

Diferenciais do Curso:

Mais de 01 paciente por aluno;
Curso com Apostila;
Valor do Curso com ótimo Custo Benefício (Menos do valor de 01 cirurgia cobrada de seu Paciente);
Investimento Parcelado em até 08 vezes;
Anestesia sem Agulha;
Histologia da Bola de Bichat;
Acompanhamento de dúvidas de casos depois do curso;
Grupo Fechado no Whatsapp, para solução de casos;

Ministradoras

Dra. Bruna M. L. Zanetti – CRO – SP 106451

Formação:

Clinico Geral

Toxina Botulínica Terapêutica, Estética e Preenchimento OroFacial.

Mestranda em Dentística – Faculdade São Leopoldo 2016.

Formada em Odontologia – Cirurgiã Dentista: Universidade Camilo Castelo Branco

Bichectomia – Remoção de Corpo Adiposo da Bochecha ou Bola de Bichat (Estético – Funcional)

Recursos de Preenchimento para Terapêutica Orolabial e Perioral: Odontologia Estética Beleza e Sorriso

Lifting Orofacial não Cirúrgico – Alcance da Excelência em Odontologia: Odontologia Estética Beleza e Sorriso 14, 15, de março de 2013,

Lentes de Contato, Proporção Áurea e Visagismo e Microscopia – A Excelência na Odontologia: Odontologia Estética Beleza e Sorriso – 25 de janeiro de 2013.

REO ELITE – Capacitação DMC Teórico-prático, Fototerapia Aplicada á Estética: Ministrado pelo Prof. Ismael Cação – 30 de junho e 01 de julho de 2014.

Dra. Manuela Bafini Fonseca – CRO – SP 78201

Formação:

Formada em Odontologia – Cirurgiã Dentista: Universidade Júlio de Mesquita Filho- UNESP/ SJC com término em 2002.

Implantodontia, realizado na Faculdade de Odontologia de São José dos Campos – UNESP durante o 1º semestre de 2002 – totalizando 64 horas.

Especialização em Periodontia pela Fundação Bauruense de Estudo Odontológico (FUNBEO), na Faculdade de Odontologia de Bauru (USP-FOB) com término em Abril de 2005.

Mestrado em Endodontia, na Faculdade de Odontologia de São José dos Campos-UNESP em agosto de 2006.

Especialização em Implantodontia, realizado na APCD de São José dos Campos com término em dezembro de 2009.

Doutoranda em Periodontia na Faculdade de Odontologia de São José dos Campos-UNESP .

Recursos de Preenchimento para Terapêutica Orolabial e Perioral: Odontologia Estética Beleza e Sorriso

Lifting Orofacial não Cirúrgico – Alcance da Excelência em Odontologia: Odontologia Estética Beleza e Sorriso

Lentes de Contato, Proporção Áurea e Visagismo – A Excelência na Odontologia: Odontologia Estética Beleza e Sorriso – 21 de setembro de 2014.

Bichectomia – Remoção de Corpo Adiposo da Bochecha ou Bola de Bichat (Estético – Funcional): LBH Cursos Odontológicos.

Olheiras

Sejam elas temporárias, devido ao cansaço ou ao estresse, ou até permanentes, graças ao envelhecimento da pele, todas nós já estamos familiarizadas com as marcas escuras ou profundas que se formam debaixo dos olhos e são mais comumente conhecidas como ‘olheiras’. O que são exatamente? Quais são suas causas adjacentes? Existem diferentes tipos de olheiras ou elas são as mesmas para todos?

Leia também: creme para olheira

Resumo:
• O que é uma olheira?
• Como as olheiras são formadas?
• Quais são os diferentes tipos de olheiras?
• As possíveis evoluções das olheiras

Varizes: o que significam

Varizes são veias dilatadas que podem aparecer em diversas regiões do corpo. São facilmente observadas por baixo da pele, especialmente nas pernas, causando dor e desconforto. Muitos acham que é apenas um problema estético, mas, na verdade, elas indicam que algo de errado na circulação do sangue venoso pelo organismo.

As varizes nas pernas são as mais comuns, mas existem outros tipos:
Varizes pélvicas
Estão localizadas na região pélvica, ou seja, surgem ao redor do útero, trompas e ovários. Causam dor abdominal intensa na mulher durante e após as relações sexuais, sensação de peso na região íntima, aumento do fluxo menstrual e incontinência urinária.

Varizes esofágicas
Não costumam apresentar sintomas, mas podem levar a vômitos, sangue nas fezes, tontura e perda da consciência. Esse tipo de varize normalmente acontece em função da cirrose hepática.

Leia também: Varicell preço

Esse tipo de varize pode ser diagnosticado por endoscopia digestiva e exames de imagem, como tomografia computadorizada e ressonância magnética.

Sintomas
Sensação de peso e dores nas pernas;
Formigamentos;
Sensibilidade na região;
Manchas escuras na perna.
*É importante observar as características, assim como os sintomas associados para que a orientação do tratamento pelo médico seja a mais correta possível.

Causas
As causas podem ser de fatores genéticos e relacionados com o comportamento.

Os fatores de risco
Gravidez;
Sedentarismo;
Excesso de peso e obesidade;
Predisposição genética;
Idade (pessoas mais idosas);
Sexo feminino;
Uso de anticoncepcionais;
Passar muito tempo em pé;
Condições que aumentam a pressão no abdômen, tais como doenças do fígado, líquido no abdômen ou insuficiência cardíaca;
Fístulas arteriovenosas;
Passado de Trombose venosa profunda;
Menopausa.
Tratamento de varizes
Drenagem linfática;
Escleroterapia (aplicação de varizes);
Cirurgia (para varizes de grande calibre e com sintomas como dor, coceira e inchaço nas pernas que podem comprometer o movimento).
O médico especialista, depois de uma avaliação irá selecionar qual o melhor tratamento.

*As varizes que se desenvolvem durante a gravidez geralmente melhoram sem tratamento dentro de três a 12 meses após o parto.
*Meias de compressão também podem ser usadas para o controle das varizes, pois ajudam a direcionar o retorno do sangue venoso de volta ao coração.

Prevenção
Praticar exercícios;
Manter o peso saudável;
Comer um alto teor de fibras;
Reduzir o consumo de sal;
Elevar as pernas sempre que possível;
Evitar ficar muito tempo na mesma posição.

Na Policlínica Granato você encontra Angiologistas no Rio de Janeiro, Niterói e Nova Iguaçu prontos para atender você e dar todas as orientações.